sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Justiça decreta prisão de João de Deus após denúncias de abusos sexuais em Abadiânia

A Justiça de Goiás determinou, nesta sexta-feira (14), a prisão preventiva de João de Deus, suspeito de praticar abusos sexuais durante tratamentos espirituais, em Abadiânia, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. A informação foi confirmada à TV Anhanguera pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Irapuan Costa Júnior.

Um dos advogados que compõem a defesa de João de Deus, Thales Jayme disse que foi informado sobre o mandado de prisão, mas não tinha recebido o documento até as 12h30. Ele declarou também que não conseguiu falar com médium nesta manhã. 

“Nós recebemos um contato informando que havia um decreto de prisão, para tratarmos uma forma do João se apresentar de uma forma menos traumática e que ele esteja em segurança. A minha opinião é a de que ele se apresente”, disse o advogado. 

Por sua vez, o advogado Hélio Braga, que também integra a defesa do médium, ressaltou que o cliente é inocente. "Nós enquanto defesa, continuamos contestando com veemência todas as acusações. Não acreditávamos na decisão nesse sentido, perante a total falta de provas”, declarou. 

Em nota, a Polícia Civil informou que "se empenha em dar cumprimento à referida determinação judicial". 

Na quarta-feira, o Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) protocolou um pedido de prisão na promotoria de Abadiânia. No entanto, não se sabe se este é o pedido que originou a decisão.

Última visita à Casa

 

Na manhã de quarta-feira, João de Deus compareceu à Casa Dom Inácio de Loyola, onde realiza os trabalhos espirituais, pela primeira vez desde que as denúncias vieram à tona. Durante os poucos minutos que ficou no local, ele disse que era inocente e que confiava na Justiça de Deus e dos homens. 

“Meus queridos irmãos e minhas queridas irmãs, agradeço a Deus por estar aqui. Ainda sou irmão de Deus, mas quero cumprir a lei brasileira porque estou na mão da lei brasileira. João de Deus ainda está vivo. A paz de Deus esteja convosco”, diz João de Deus. 

A assessora de imprensa do religioso, Edna Gomes, afirmou, após as declarações, que o médium era inocente, mas que as denúncias eram graves e deveriam ser apuradas.

Denúncias

 

Moro diz que Lula 'fez coisas boas' e lamenta ter condenado o ex-presidente

O ex-juiz e futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, disse lamentar o fato de ter sido o autor da sentença que condenou o ex-presidente Lula. "Da minha parte nada tenho contra o ex-presidente.

Acho até lamentável que eu, infelizmente, tenha sido o autor da decisão que condenou uma figura pública que tem a sua popularidade e que fez até coisas boas durante sua gestão, mas também erradas", afirmou durante entrevista ao apresentador José Luiz Datena no programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes.

"Isso no fundo não é um bônus para mim, é um ônus. Mas o fiz cumprindo o meu dever.", completou o ex-juiz. Lula foi condenado por Moro, em julho de 2017, a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). Em janeiro deste ano, o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) aumentou a pena para 12 anos e um mês de detenção. Depois de negados os recursos da defesa, Moro determinou a prisão do petista. Lula se entregou à Polícia Federal em 7 de abril e continua preso na Superintendência da PF, em Curitiba.
A defesa de Lula já entrou com vários de liberdade junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) e STJ (Superior Tribunal de Justiça) alegando atuação política de Moro no julgamento do ex-presidente.

Um dos recursos teve análise suspensa pela Segunda Turma do Supremo, no último dia 4, e não tem data para ser retomado.


quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Azi confirma afastamento de prefeito de Alagoinhas e fala sobre apoios em 2020

O deputado federal reeleito Paulo Azi (DEM) confirmou, nesta quinta-feira (13), que rompeu com o prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto (DEM), e que apoiará outro nome na disputa pelo Executivo da cidade em 2020.

“Houve afastamento, do ponto de vista administrativo e político. Coisas aconteceram lá que, a meu ver, não foi de maneira correta na condução que o prefeito fez, mas isso não impede que a gente continue a trabalhar pelo município”, ressaltou. “Haveremos de apresentar ou apoiar outro candidato para nossa querida cidade", acrescentou, em entrevista ao Bahia Notícias, durante evento do FNDE, no CAB.

Há rumores de Joaquim Neto deve sair do DEM e migrar para o PSD, partido comandado pelo senador Otto Alencar, quando abrir a “janela partidária”.

Informações
Bahia Notícias

Baralho do Crime da SSP-BA é atualizado com sete novas cartas

[Baralho do Crime da SSP-BA é atualizado com sete novas cartas]

 
Sete homens foram inseridos no Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), na manhã desta quinta-feira (13). A ferramenta fecha o ano com 48 cartas alteradas nos quatro naipes e apresenta criminosos que atuam em Salvador, região metropolitana e interior.
Procurado pelo latrocínio – roubo seguido de morte – do professor universitário Danilo Fortuna Mendes de Souza, ocorrido em setembro deste ano, no bairro do Rio Vermelho, Anselmo Santos da Conceição, conhecido como 'Sel', Chico, 'Seu Barriga' ou 'Negão', foi inserido no baralho como o novo 'Rei de Espadas'. Ele retira Edson Valdir Souza Silva, o 'Valdir do Sem Terra'.
Mateus de Jesus Santos, conhecido como Bolinho, procurado por homicídio, entra na ferramenta como o novo 'Quatro de Espadas' no lugar de Vagney dos Santos Aquino ou 'Vaguinho'. Segundo a SSP-BA, Bolinho atua na região de Cajazeiras.
Segunda maior carta modificada, o 'Valete de Copas' passa a exibir o rosto de Daniel dos Santos Silva, apelidado de ‘Wolverine’, foragido de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, por homicídio. ‘Wolverine’ remove Eduardo de Jesus Evangelista, conhecido como Dudu. Ainda no naipe de Copas, o 'Seis' expõe o suspeito de homicídio Tiago de Souza Pinto, conhecido como 'Manjare' ou 'Thiaguinho', do bairro Dom Avelar. Manjare substitui Marivan Elias da Silva, o ‘Quila’.

Preso em novembro, no Espirito Santos, Eldo Ferreira Batista, conhecido como ‘Eldinho’, antigo 'Nove de Ouros', dá lugar a Anderson Vieira Nunes dos Santos, chamado de ‘Baê’. Procurado por homicídio qualificado, Baê é da região do bairro de Canabrava.
Também investigado por homicídio qualificado, Diego Freitas Sacramento, conhecido como 'Brabo', está na posição de 'Nove de Paus' e muda Rivandeck Correia Pereira. Já o 'Três de Paus' estampa o rosto do suspeito de tráfico de drogas Welington de Jesus Santos, conhecido como 'Caveirinha', de Periperi, Subúrbio Ferroviário da capital baiana.

MP de Goiás pede prisão de João de Deus, diz colunista

Segundo o jornalista Lauro Jardim, o pedido foi protocolado no fórum de Abadiânia


Responsável por investigar as denúncias de abuso sexual de João de Deus, a força-tarefa do  Ministério Público de Goiás pediu a prisão do médium, segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo.
Conforme a publicação, o pedido foi protocolado no fórum de Abadiânia. O processo vai correr em segredo de Justiça.

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

PF cumpre no Rio mandados em imóveis de Aécio Neves


Equipes da Polícia Federal e do Ministério Público cumprem, na manhã desta terça-feira (11), mandados de busca e apreensão em imóveis no Rio de Aécio Neves (PSDB) e da irmã dele, Andréa Neves. Segundo o G1, agentes estão em prédio de luxo na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, onde o senador e deputado federal eleito tem residência. Equipe também está em um imóvel em Copacabana, que seria de Andréa.

Conforme o G1, a procura de documentos faz parte de operação baseada em delações de Joesley Batista e Ricardo Saud. Os executivos do grupo J&F relataram repasse de propina de quase R$ 110 milhões ao senador Aécio Neves.

Outros alvos desta operação é Paulo Pereira da Silva, Paulinho da Força, presidente nacional do partido Solidariedade, e empresários que emitiram notas fiscais frias para Aécio. No Rio, equipe também está em casa de Cristiane Brasil.

A operação no Rio é braço de investida que ocorre em São Paulo (capital e interior), Minas Gerais, Brasília, Bahia e Rio Grande do Norte e decorre do inquérito 4519, que tem como relator no Supremo Tribunal Federal, o ministro Marco Aurélio.

Segundo a PF, o senador Aécio Neves comprou apoio político do Solidariedade, por R$ 15 milhões, e empresários paulistas ajudaram com doações de campanha e caixa 2, por meio de notas frias. As informações são do G1.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Bolsonaro e Mourão são diplomados em solenidade no TSE

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), e seu vice, general Hamilton Mourão (PRTB), foram diplomados em cerimônia no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na tarde desta segunda-feira (10). Bolsonaro prestou continência para a plateia e foi aplaudido e chamado de mito por parte dos presentes.

A diplomação é uma etapa indispensável para que os eleitos possam tomar posse. Ela confirma que o político cumpriu as formalidades previstas na legislação eleitoral e está apto a exercer o mandato.
A solenidade é realizada no plenário do TSE e foi aberta com o Hino Nacional executado pela Banda dos Fuzileiros Navais. Os diplomas são assinados pela presidente da corte, ministra Rosa Weber.

Cerca de 700 pessoas foram convidadas para assistir ao evento, segundo a assessoria do tribunal.

Compareceram à cerimônia autoridades como o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha, o ministro do TST (Tribunal Superior do Trabalho) Ives Gandra Martins Filho, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, o ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) Augusto Nardes, o senador e ex-presidente Fernando Collor (PTC-AL), o presidente da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República), José Robalinho, e políticos como a deputada eleita Carla Zambelli (PSL-SP), o senador eleito Major Olímpio (PSL-SP), o presidente do PRTB, Levy Fidélix, e vários ministros do futuro governo, como Paulo Guedes (Economia), Luiz Henrique Mandetta (Saúde), Tereza Cristina (Agricultura) e Ricardo Salles (Meio Ambiente).

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

‘Piada idiota e desnecessária’, diz Ivete sobre caso de Silvio Santos e Claudia Leitte

A cantora veio a público após quase um mês do episódio para sair em defesa da amiga: "não foi engraçado" Redação


Ivete Sangalo chegou atrasada na polêmica, mas não deixou de dar a sua opinião. Depois de quase um mês do episódio envolvendo Claudia Leitte e Silvio Santos durante o Teleton na SBT, a cantora resolveu se posicionar contra o apresentador e a sua atitude.

Em entrevista para a revista ‘Veja’, a baiana defendeu a colega de profissão, dando um chega para lá nos rumores de rivalidade.

“O que Silvio Santos fez não foi engraçado. Foi uma piada idiota e desnecessária. O constrangimento foi mais dele do que dela. Pelo cara que ele é, pelo convívio que ele tem com a gente, Silvio Santos tem que saber que fez uma colocação infeliz”, disparou a cantora.

Veveta, no entanto, confundiu seus seguidores ao revelar que ligou para Claudinha no momento que soube do acontecido. Tudo porque após ser questionada sobre o que achava do episódio em uma entrevista, a jurada do ‘The Voice Brasil’ afirmou que não estava por dentro do caso.


Bolsonaro passa mal em voo de Brasília para o Rio de Janeiro

Segundo assessores, ele teve uma indisposição causada pelo ritmo forte de trabalho nos últimos dias em Brasília


O presidente eleito Jair Bolsonaro passou mal nesta sexta-feira (7) durante um voo que fazia o percurso de volta de Brasília para o Rio de Janeiro, onde mantém residência.

De acordo com sua assessoria de comunicação, o capitão reformado do Exército foi atendido por um médico quando chegou à Base Aérea do Galeão. Por recomendação médica, ele passou o dia em repouso.

Segundo assessores, ele teve uma indisposição, causada pelo ritmo forte de trabalho nos últimos dias em Brasília.